Stevia, um adocante que faz bem...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Stevia, um adocante que faz bem...

Mensagem  Milene Nery em Ter 07 Abr 2009, 00:14

STÉVIA

É uma planta da família das Compositae (margaridas), produzindo pequenas flores brancas. O dulçor das pequenas folhas, em forma de lança, dependem das horas de exposição solar da planta. Mas, uma vez que a planta floresça, o dulçor das suas folhas diminuem significativamente. Portanto, a oportunidade de colher folhas de qualidade máxima é relativamente curta. O agricultor deve escolher entre produzir folhas de qualidade e colher sementes.

A planta é delicada e requer cuidados do momento do plantio até o dia da colheita. Temperatura, umidade, métodos de cultivo e freqüência da irrigação são críticas na sua sobrevivência. Apesar de crescer bem em outras partes do mundo, cresce melhor no clima quente e úmido dos sub-trópicos. A China é, atualmente, o maior produtor de stévia, porém suas folhas não são tão doces como as folhas da América do Sul. Isto também pode estar relacionado com a poluição do ar e deficiência do solo da China. Na América do Sul o ar é mais puro, o solo e água não são tão poluídos e os dias repletos de sol são longos e úmidos.

Um cultivo em casa pode ser difícil para principiantes, e dificilmente produzirão folhas de alta qualidade.

O que faz a stévia ser tão atraente como um adoçante é que estudos demonstraram que o corpo humano não digere, nem metaboliza este glicosídeo intensamente doce. Ele não se modifica durante a passagem no trato gastrointestinal, sem ser assimilado. Assim, não obtemos calorias da stévia pura e de todos as formas de consumo, possuindo um índice glicêmico igual a zero.

Apesar disso, as folhas de stévia são altamente nutritivas, contendo vários nutrientes deficientes na alimentação diária, entre eles:

- sais minerais como: Alumínio, Cálcio, Cromo, Cobalto, Flúor, Ferro, Magnésio, Manganês, Fósforo, Potássio, Selênio, Sódio, Estanho, Zinco;

- vitaminas como: Ácido ascórbico (vitamina C), Beta-caroteno (precursor vitamina A), Niacina, Riboflavina, Tiamina (vitaminas do complexo B);

- outros: cinza, Astroinulina, Dulcosídeos, Fibra, Rebaudeosídeo, Silicone, Steviosídeo e água;

- glicosídeos diterpeno, inclusive um flavonóide chamado Rutina;

- óleo essencial com 53 componentes, incluindo óleo de cânfora e limoneno;

- flavonóides como Apigenina, Luteolína, Kaempherol, Quercitrina e Quercitina;

- steviol (alguns estudos referem que este steviosídeo age como um hormônio do crescimento, estimulando o crescimento de certas plantas e vegetais);

- vitamina K: apesar de não estar presente na lista, ela está presente nas folhas, pois é produzida pelas folhas das plantas verdes, durante o processo de fotossíntese;

- clorofila: também falta na lista, mas está presente em todas as folhas e plantas verdes e, conseqüentemente, na stévia também.

Apesar de alguns destes nutrientes talvez não estarem presentes em quantidades suficientes para produzir o efeito terapêutico sozinho, em conjunto, podem produzir efeitos interessantes.



Lista de problemas onde a Stévia pode ajudar:

- alteração do metabolismo dos carboidratos (diabetes ou hipoglicemia), inclusive para controle do apetite e do peso

- hipertensão

- baixa imunidade (melhora de gripes e resfriados)

- jet-leg e mal-estar geral

- fadiga

- queimaduras

- cortes (sem deixar cicatriz)

- dor

- problemas de pele

- sangramento de gengivas e higiene dental

- cicatrização de herpes labial

- desconfortos digestivos

- dor de garganta

- rugas faciais e controle da acne

- energia mental e física

- reduzir desejo de fumar

- inibidor do crescimento, e até mesmo a destruição de certos vírus e bactérias nocivas (inclusive bactérias orais)



FORMAS PRESENTES NO MERCADO

1) Folhas: são usadas para adocicar água, chá, outras bebidas, sopas, molhos e outros alimentos. Refrescam a boca, sendo apenas colocadas na língua – o frescor e limpeza sentidos podem durar horas. Também podem ser usadas em substituição às folhas do tabaco. Caso não encontre folhas de stévia, pode-se usar as folhas dos saquinhos de chá de stévia. Para obter uma máxima sensação de gosto, não se deve mastigar as folhas inteiras, pois libera componentes amargos (apesar de serem amargos, também tem constituintes terapêuticos). Ao contrário do tabaco, se as folhas forem engolidas, não são nocivas, mas terapêuticas.

2) Folhas moídas: você pode salpicar as folhas moídas sobre a comida, como se estivesse usando um outro tempero. Mas, aplique pouco, pois é mais fácil adicionar mais acaso precise. Adicione-as durante o cozimento ou quando a comida ainda estiver quente, pois o sabor doce é liberado mais facilmente quando a stévia é aquecida. Podem ser usadas em molhos de churrasco, molho agridoce, sopas, feijões, pizza, molho de maçã, pães, massa de biscoitos (ou salpicados sobre o pão e biscoitos), em saladas, temperos de saladas, etc..

3) Chás em Saquinhos: podem ser usados para fazer uma bebida deliciosa e altamente nutritiva. 1 saquinho pode adoçar 2 a 6 copos de água ou outra bebida de gosto suave, dependendo do gosto desejado. Pode ser usado em bebidas quentes ou frias, porém nas bebidas frias leva mais tempo para liberar o glicosídeo doce da stévia. Para bebidas frias, é aconselhado fazer primeiro o chá de stévia e, após 3 ou 5 minutos, adicione gelo para acelerar esfriamento. Quando frio, então, adicione o chá ou concentrado a outras bebidas, como desejar. O concentrado doce também pode ser reservado em geladeira e usado aos poucos. Se usarmos bebidas adoçadas com stévia, isto irá reduzir o desejo das crianças por doces, ao mesmo tempo em que reduzirá o potencial para desenvolvimento de cáries, pois melhora a higiene oral. Observe que o preparo de chá ajuda na esterilização das folhas, que podem estar transportando bactérias.

Retenção de Água

Stévia é um diurético natural e suave. O excesso de água no organismo pode aumentar o peso, a fadiga física, a pressão arterial, enquanto pode reduzir a habilidade mental e digestão efetiva. A stévia ajuda o organismo a eliminar este excesso de água.


Contra-Indicações

Pelo que se sabe, nunca foi relatado nenhum efeito colateral do uso continuado de stévia, podendo ser usado como desejado, para dar sabor e adoçar os alimentos.

ADUBO

Todas as folhas de stévia podem ser usadas como adubo nas plantas de jardins ou vasos.

ADOÇANTE NATURAL

O extrato doce da stévia é chamado steviosídeo.
Folhas de boa qualidade podem ser 30 vezes mais doces que o açúcar e os glicosídeos, ou seja, os vários constituintes doces da stévia, podem ser 250 a 400 vezes mais doces que o açúcar e não possuem calorias.

As folhas de stévia liberam seu dulçor mais rapidamente em água quente e mais lentamente em água fria.


As folhas usadas devem ter cor verde (não marrom) e conter pouco ou nenhum caule. As folhas comercialmente encontradas variam de acordo com o seu dulçor: de 15 a 30 vezes mais doce que o açúcar. Quando o poder adoçante for menor que isso, pode ser problema de pó sobre as folhas.

Ao comprar folhas de stévia, faça uma inspeção de qualidade: cheire-as e não poderão cheirar como sujas; experimente uma folha, colocando-a sobre a língua, sem mastigar para não liberar os componentes amargos – no começo o sabor será quase imperceptível, mas à medida que sua saliva começa a agira sobre a folha, o sabor doce irá ser sentido, tornando-se mais profundo nos próximos minutos.

Foi adicionada a alguns chás como “folha de mel”, para não escrever “chá doce” com o receio de questionamento do FDA.

Sendo substituto da sacarina, têm as seguintes vantagens:

- não é tóxica, mas, pelo contrário, é saudável, como mostrado em experiências e estudos;

- é um agente adoçante de grande poder;

- pode ser usado diretamente no seu estado natural (pó das folhas, por exemplo)

- muito mais barato que a sacarina.

O Japão usa a stévia como adoçante desde 1970 e depois de todo este consumo de stévia, nunca foi relatado um caso de efeito colateral com ingestão normal de stévia ou steviosídeo.


Última edição por Milene Nery em Qua 15 Abr 2009, 23:55, editado 1 vez(es)

Milene Nery
Já sou muito conhecida(o)
Já sou muito conhecida(o)

Feminino
Número de Mensagens: 836
Idade: 53
Localização: Philadelphia ( EUA )
Ano que descobriu o Lúpus: 2007
Data de inscrição: 17/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Stevia, um adocante que faz bem...

Mensagem  Daniella Pessoni em Ter 07 Abr 2009, 09:37

Otima a matéria e reelembrando não podemos usar adoçantes com aspartame monkey

Daniella Pessoni
Colaboro Bastante
Colaboro Bastante

Feminino
Número de Mensagens: 1149
Idade: 32
Localização: São Bernardo do Campo - SP
Ano que descobriu o Lúpus: 2005
Data de inscrição: 22/01/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Stevia, um adocante que faz bem...

Mensagem  Milene Nery em Ter 07 Abr 2009, 21:40

Precisamos nos acostumar a ler os ingredientes que algumas vezes aparecem em letras bem pequenas... A maioria dos alimentos ditos diet e sugar free (livres de acucar), sao adocados com o aspartame... Afinal ja sabemos o mal que pode fazer a nossa saude... bjsss a todos.

Milene Nery
Já sou muito conhecida(o)
Já sou muito conhecida(o)

Feminino
Número de Mensagens: 836
Idade: 53
Localização: Philadelphia ( EUA )
Ano que descobriu o Lúpus: 2007
Data de inscrição: 17/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

verdade

Mensagem  Daniella Pessoni em Qua 08 Abr 2009, 11:18

Concordo com você miga temos que ler tudo antes de fazer o uso do produto, que Deus te abençõe muito.

Bjos Dani monkey

Daniella Pessoni
Colaboro Bastante
Colaboro Bastante

Feminino
Número de Mensagens: 1149
Idade: 32
Localização: São Bernardo do Campo - SP
Ano que descobriu o Lúpus: 2005
Data de inscrição: 22/01/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

E DESTA EU NAO SABIA

Mensagem  jully em Qua 08 Abr 2009, 13:23

E ESTOU APRENDENDO MUITO POR AQUI, PORQUE NAO PODEMOS USAR ADOÇANTE COM ASPARTAME

jully
Oi sou nova(o) no Fórum, sejam simpáticos comigo.
Oi sou nova(o) no Fórum, sejam simpáticos comigo.

Feminino
Número de Mensagens: 5
Idade: 30
Localização: itabira
Ano que descobriu o Lúpus: 2000
Data de inscrição: 08/04/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

GOSTARIA MUITO DE SABER

Mensagem  jully em Qua 08 Abr 2009, 13:25

NOS QUE TEMOS ESTA DOENÇA PODEMOS QUAL ANTICONCEPCIONAIS PODEMOS TOMAR

jully
Oi sou nova(o) no Fórum, sejam simpáticos comigo.
Oi sou nova(o) no Fórum, sejam simpáticos comigo.

Feminino
Número de Mensagens: 5
Idade: 30
Localização: itabira
Ano que descobriu o Lúpus: 2000
Data de inscrição: 08/04/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Stevia, um adocante que faz bem...

Mensagem  Milene Nery em Qui 09 Abr 2009, 00:48

jully escreveu:E ESTOU APRENDENDO MUITO POR AQUI, PORQUE NAO PODEMOS USAR ADOÇANTE COM ASPARTAME
. > ASPARTAME , conhecido como Nutrasweet, Equal, Zerocal , Finn e Spoonful'... Se voce der uma olhada neste mesmo topico prevencao, a amiga Alessandra postou um artigo falando sobre o mal que o aspartame pode fazer a nossa saude... bjsss.
>

Milene Nery
Já sou muito conhecida(o)
Já sou muito conhecida(o)

Feminino
Número de Mensagens: 836
Idade: 53
Localização: Philadelphia ( EUA )
Ano que descobriu o Lúpus: 2007
Data de inscrição: 17/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

NAO SEI ATE ONDE E VERDADE SO SEI QUE VALE A PENA

Mensagem  bonfan em Seg 05 Abr 2010, 19:36

Aos amantes dos produtos Diet, Light ou Zero
NÃO DEIXEM DE LER!


Artigo escrito pela Dra. Mancy Marckle:


' Passei alguns dias falando na CONFERÊNCIA MUNDIAL DE MEIO AMBIENTE a respeito do ASPARTAME , conhecido como Nutrasweet, Equal, Zerocal, Finn e Spoonful'

Eles anunciaram que existia uma epidemia de Esclerose Múltipla e Lúpus Sistêmico, e não entendiam que toxina estava fazendo com que essas doenças assolassem os Estados Unidos tão rapidamente .
Eu expliquei que estava lá para falar exatamente sobre este assunto.
Quando a temperatura do ASPARTAME excede 30º C, o álcool contido no ASPARTAME se converte emformaldeído e daí para ácido fórmico , que provoca acidose metabólica (o ácido fórmico é o veneno das formigas).
A toxicidade do metanol imita a Esclerose Múltipla e as pessoas recebem diagnóstico errado de Esclerose Múltipla .

A Esclerose Múltipla não se constitui em sentença de morte, mas a toxicidade do metanol sim . No caso do Lúpus Sistêmico , estamos percebendo que é quase tão grave quanto a Esclerose Múltipla , especialmente em usuários de Diet Coke e Diet Pepsi por razão da toxicidade do metanol. (as vítimas geralmente bebem de 3 a 4 latas destes refrigerantes por dia, ou mais).

Nos casos de Lúpus Sistêmico causado pelo ASPARTAME , a vítima geralmente não sabe que o ASPARTAME é a causa de sua doença e continua com seu uso, agravando o lúpus a um grau tão intenso que algumas vezes ameaça a vida.
Quando interrompemos o uso do ASPARTAME , as pessoas que tinham lúpus ficam assintomáticas.
Infelizmente, não podemos reverter esta doença. Por outro lado, nos casos diagnosticados como Esclerose Múltipla (quando, na realidade, a doença é devida à toxicidade do metanol) a maioria dos sintomas desaparece. Nós temos visto casos em que a visão retornou e mesmo a audição foi recuperada. Isto também se aplica aos casos de tinnitus (zumbido no ouvido).

Em uma conferencia eu disse: ' Se você está usando ASPARTAME ' (Nutrasweet, Equal, e Spoonful, etc.) e sofre de sintomas como fibromialgia , espasmos, dores, formigamento nas pernas , câimbras, vertigem, tontura , dor de cabeça , zumbido no ouvido, dores articulares, depressão , ataques de ansiedade, fala atrapalhada, visão borrada ou perda de memória - você provavelmente tem a DOENÇA DO ASPARTAME! As pessoas começaram a pular durante a palestra dizendo: Eu tenho isto, é reversível? É impressionante.

Em uma palestra assistida pelo embaixador de Uganda, ele nos contou que a indústria de açúcar deles está adicionando ASPARTAME ao açúcar! Ele contou que o filho de um dos líderes da indústria não conseguia mais andar - em parte pelo uso do produto! Estamos com um sério problema. Um estranho veio até ao Dr. Espisto (um de meus palestrantes) e perguntou por que tantas pessoas estavam tendo Esclerose Múltipla (MS).

Durante a visita a um hospital, uma enfermeira disse que seis amigos dela que eram viciados em Diet Coke, tinham sido diagnosticados com MS. Isso é mais do que coincidência.

Há um tempo atrás houve Audiências no Congresso dos EUA incluindo o ASPARTAME em 100 produtos diferentes. Nada foi feito. Os lobbies da droga e da indústria química tem bolsos muito profundos .

Agora existem mais de 5000 produtos contaminados com este produto químico , e a patente expirou. Na época da primeira audiência, as pessoas estavam ficando cegas. O metanol no ASPARTAME se converte em formaldeído na retina do olho .

O formaldeído é do mesmo grupo das drogas como cianeto e arsênico - Venenos mortais! Infelizmente, leva muito tempo para matar, mas está matando as pessoas e causando todos os tipos de problemas neurológicos .

O ASPARTAME muda a química do cérebro . É a causa de diversos tipos de ataque. Esta droga muda os níveis de dopamina no cérebro. Imagine o que acontece com os pacientes que sofrem de Doença de Parkinson? Também causa malformações fetais .

Não existe nenhuma razão para se utilizar este produto . NÃO É UM PRODUTO DIETÉTICO! Os anais do congresso dizem: Ele faz você desejar carboidratos e faz engordar . Dr. Roberts viu que quando ele interrompeu o uso do ASPARTAME a perda de peso foi de 9,5 kg por pessoa.
O formaldeído se armazena nas células adiposas, principalmente nos diabéticos.
Todos os médicos sabem o que o metanol causaria num diabético. Os médicos acreditam que seus pacientes têm retinopatia, quando de fato, o mal é causado pelo ASPARTAME. O ASPARTAME mantém o açúcar sangüíneo fora de controle, fazendo com que muitos pacientes entrem em coma. Infelizmente, muitos morreram.

Pessoas nos contaram na Conferência do Colégio Americano de Medicina que tinham parentes que mudaram de sacarina para o ASPARTAME e agora eventualmente entram em coma. Seus médicos não conseguem controlar os níveis de glicemia.

Os pacientes têm perda de memória pelo fato de que o ácido aspártico e a fenilalanina são neurotóxicos sem os outros aminoácidos encontrados nas proteínas. Eles atravessam a barreira hemato-encefálica e causam deterioração nos neurônios.

Dr. Russel Blaylock, neurocirurgião, diz:
Os ingredientes estimulam os neurônios até a morte causando dano cerebral em vários níveis. Dr. Blaylock escreveu um livro intitulada: 'Excitotoxinas: O Gosto que Mata. (Health Press -800-643-2665).'

O Dr. H.J. Roberts, especialista diabético e perito mundial em envenenamento pelo ASPARTAME , escreveu um livro intitulada: DEFESA CONTRA A DOENÇA DE ALZHEIMER ( 1-800-814-8900 ). Dr. Roberts conta como o envenenamento pelo ASPARTAME está relacionado à doença de Alzheimer. E realmente está. Mulheres de 30 anos estão sendo internadas com Alzheimer.
Dr. Blaylock e Dr.. Roberts estão escrevendo uma carta-posição com alguns casos relatados e vão colocá-la na Internet. De acordo com a Conferência do Colégio Americano de Medicina, nós estamos falando de uma praga de doenças neurológicas causada por este veneno mortal ..
Dr. Roberts descobriu o que aconteceu quando o ASPARTAME foi vendido pela primeira vez. Ele disse que seus pacientes diabéticos apresentaram perda de memória, confusão, e severa perda de visão.

Na conferência do Colégio Americano de Medicina, os médicos admitiram que não sabiam. Eles estavam imaginando porque os ataques tinham aumentado tanto (a fenilalanina do ASPARTAME diminui o limiar para convulsão e depleta a Serotonina, o que causa psicose maníaco depressiva , ataque de pânico, fúria e violência). Antes da Conferência, eu recebi um fax da Noruega, pedindo um possível antídoto para este veneno porque a pessoa estava sentindo tantos problemas no seu país.

Este veneno está disponível em muitos países agora. Felizmente, tivemos embaixadores e palestradores na Conferência que se engajaram nesta luta.

PEDIMOS QUE VOCÊ SE ENGAJE TAMBÉM. Imprima este artigo e avise todas as pessoas que você conhece. TIRE TUDO O QUE CONTÉM ASPARTAME DO ARMÁRIO. ENVIE PARA NÓS SUA HISTÓRIA. Eu asseguro que A MONSANTO, A CRIADORA DO ASPARTAME , SABE COMO ELE É MORTAL. ELES FINANCIAM A ASSOCIAÇÃO AMERICANA DE DIABETES, A ASSOCIAÇÃO AMERICANA DE DIETÉTICA, O CONGRESSO E A CONFERÊNCIA DO COLÉGIO AMERICANO DE MEDICINA.

O New York Times, em 15 de Novembro de 1996, publicou um artigo a respeito de como a Associação Americana de Dietética recebe dinheiro da Indústria Alimentícia para endossar seus produtos.
Por isso, eles não podem criticar aditivos e falar a respeito de sua ligação com a MONSANTO. A que ponto chega isso? Dissemos a uma mãe cujo filho estava usando Nutrasweet para interromper o uso do produto. A criança estava tendo convulsões diárias. A mãe telefonou para o médico, que telefonou para a Associação que disse ao médico para não interromper o uso de NutraSweet.

Estamos ainda tentando convencer a mãe que o ASPARTAME está causando as convulsões.
Toda vez que interrompemos o uso do ASPARTAME , as convulsões cessam. Se o bebê morrer, sabemos de quem é a culpa, e contra quem lutamos. Existem 92 sintomas documentados de ASPARTAME , do coma à morte A maioria deles é neurológica, porque ASPARTAME destrói o Sistema Nervoso .

A DOENÇA DO ASPARTAME é parcialmente a causa da SÍNDROME 'TEMPESTADE NO DESERTO'. A queimação na língua e os outros sintomas discutidos em mais de 60 casos podem estar diretamente relacionados ao consumo de produtos contendo ASPARTAME . Milhares de latas de bebidas Diet foram enviadas para as tropas do tempestade no Deserto. Lembre-se que o calor pode liberar o metanol do ASPARTAME a 30 ºC. As bebidas dietéticas foram expostas ao sol de 45 ºC no deserto Árabe por semanas. Os homens e mulheres de serviço bebiam isso o dia todo. Todos os sintomas deles eram semelhantes ao de um envenenamento por ASPARTAME ..

Dr.Roberts diz que o consumo do ASPARTAME na época da concepção pode causar defeitos no feto. A FENILALANINA se concentra na placenta causando retardo mental , de acordo com o Dr. Louis Elsas, Professor de Genética Pediátrica na Universidade de Emory.

Em testes de laboratório, os animais desenvolvem tumores cerebrais (a fenilalanina tem um subproduto o XP, um agente causador de tumores cerebrais). Quando o Dr.Espisto estava falando, um neurocirurgião da platéia disse: Encontra-se um teor elevado de ASPARTAME nos tumores cerebrais removidos. A STÉVIA, um adoçante natural, NÃO É UM ADITIVO, e ajuda no metabolismo do açúcar; seria ideal para os diabéticos e foi aprovada, agora, como suplemento dietético pelo FDA.

Durante anos, o FDA, que é autoridade oficial nos EEUA na área de analise de alimentos e medicamentos, adiou esta aprovação por causa da sua lealdade à MONSANTO

***SUGERIMOS QUE CADA PESSOA QUE RECEBA ESTE ARTIGO O DIVULGUE PARA O MAIOR NÚMERO POSSÍVEL DE PESSOAS E ENTIDADES.

bonfan
Oi sou nova(o) no Fórum, sejam simpáticos comigo.
Oi sou nova(o) no Fórum, sejam simpáticos comigo.

Masculino
Número de Mensagens: 5
Idade: 52
Localização: sao paulo
Ano que descobriu o Lúpus: 1986
Data de inscrição: 18/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Stevia, um adocante que faz bem...

Mensagem  suelem em Ter 06 Abr 2010, 12:17

Muito boa esta informação adorei monkey

suelem
Já sou muito conhecida(o)
Já sou muito conhecida(o)

Feminino
Número de Mensagens: 512
Idade: 27
Localização: são paulo
Ano que descobriu o Lúpus: 2009
Data de inscrição: 03/09/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

vivendo e apredendo

Mensagem  adriana gomes da silva em Qua 01 Set 2010, 22:38

que legal nos termos amigos que no orienta sobre o espartante eu nunca ia saber obrigada cheers

adriana gomes da silva
Ainda sou novata(o) e gosto de atenção.
Ainda sou novata(o) e gosto de atenção.

Feminino
Número de Mensagens: 33
Idade: 43
Localização: cariacica ES
Ano que descobriu o Lúpus: 23/07/2009
Data de inscrição: 01/09/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum