Um conto de Natal

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Um conto de Natal

Mensagem  Danielly Honorato de Lima em Dom 27 Dez 2009, 14:06

Um conto de Natal

Um dia, Gabriel acordou, muito contente, era a véspera de Natal, pois para ele era uma data muito importante!

Era o dia do Aniversário do Menino Jesus, e também o dia que Papai Noel vinha visitá-lo todos os anos.

Com seus seis aninhos, esperava ansiosamente o cair da noite para voltar a dormir, e no outro dia encontrar em seu pé de meia, o seu presente de Natal, pois nem tinha uma árvore de Natal.

Dormiu muito tarde, para ver se pegava aquele velhinho no “flagra”, mas como o sono era maior que sua vontade, dormiu profundamente.

Mas, na manhã de Natal, percebeu que seu pé de meia não estava lá, e que não havia presente nenhum em toda sua casa.

Seu pai desempregado, com os olhos cheios de água, observava atentamente o seu filho, e esperava para tomar coragem para falar que o seu sonho não existia, e com muita dor no coração, o chama:

- Gabriel, meu filho, vem cá!

- Papai? - O que foi filho?

- O Papai Noel se esqueceu de mim…

Falando isso, Gabriel abraça o pai, e os dois se põem a chorar, quando Gabriel fala:

- Ele também se esqueceu de você pai?

- Não meu filho.

O melhor presente que eu poderia ter ganhado na vida, está em meus braços, e fique tranqüilo pois eu sei que o Papai Noel não se esqueceu de você.

- Mas todas as outras crianças vizinhas estão brincando com seus presentes… ele pulou a nossa casa…

- Pulou não… o seu presente está te abraçando agora, e vai te levar para um dos melhores passeios de sua vida!

E assim foram para um parque, e Gabriel brincou com o pai durante o resto do dia, voltando somente no começo da noite.

Chegando em casa muito sonolento, Gabriel foi para seu quarto, e “escreveu” para o Papai Noel:

- “Querido Papai Noel, Eu sei que é cedo demais para pedir alguma coisa, mas quero agradecer o presente que o senhor me deu.

Desejo que todos os Natais que eu passe, faça com que meu pai se esqueça de seus problemas, e que ele possa se distrair comigo, passando uma tarde maravilhosa como a de hoje.

Obrigado pela minha vida, pois descobri que não são com brinquedos que somos felizes, e sim, com o verdadeiro sentimento que está dentro de nós, que o senhor desperta nos Natais.

De quem te agradece por tudo, Gabriel.

E foi dormir com um lindo sorriso nos lábios.

Entrando no quarto para dar boa noite ao seu filho,

o pai de Gabriel viu a cartinha, e a partir desse dia, não deixou que seus problemas afetassem a felicidade dele, e começou a fazer que todo dia fosse um Natal para ambos.

Se um simples garotinho de seis anos, conseguiu perceber que os melhores presentes que se pode receber não são materiais, porque nós não fazemos o mesmo?
avatar
Danielly Honorato de Lima
Já sou muito conhecida(o)
Já sou muito conhecida(o)

Feminino
Número de Mensagens : 899
Idade : 36
Localização : Campina Grande PB
Ano que descobriu o Lúpus : 1993
Data de inscrição : 16/05/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

UM CONTO DE NATAL

Mensagem  Regina Guimarães em Seg 28 Dez 2009, 14:44

sunny Danielly,
Que seus dias sejam um verdadeiro Natal: A PRESENÇA VIVA DE CRISTO.
Amei! ! !
Jesus fala: ". . . Venham a Mim as criancinhas, delas é o Reino do Céu. . ." Nessa humildade, nessa simplicidade e nesse amor que existem nelas, é que encontramos o verdadeiro significado da vida.
Obrigada! ! !
Beijo no coração.
Rê Guimarães. Like a Star @ heaven

Regina Guimarães
Já sou muito conhecida(o)
Já sou muito conhecida(o)

Feminino
Número de Mensagens : 833
Localização : Pádua - RJ
Data de inscrição : 30/03/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum